• julho 18, 2024

Mais de 20 recursos estilísticos da língua portuguesa

Recursos Estilísticos da Língua Portuguesa

Recursos Estilísticos da Língua Portuguesa. Foto: montagem Canva / Ideogram IA

Os recursos estilísticos da língua portuguesa dizem respeito à expressividade no dizer algo, tornando os estilos mais individuais.

Como são recursos utilizados por pessoas que buscam ter certo cuidado com o estilo (intencionalidade), podem ter, portanto, finalidades estéticas, pois há o interesse em dar às palavras mais sentidos emotivos.

Recursos estilísticos da língua portuguesa

Uma linguagem afetiva, por exemplo, faz muito uso de recursos linguísticos típicos, pois ela tende a explorar mais o lado emotivo e a priorizar aquilo que o comunicante está sentindo.

Além disso, é possível notar processos de manipulação dessa linguagem que ultrapassam, dessa forma, apenas a função de passar uma informação.

Os recursos estilísticos ainda contrastam o emocional e o racional, o que cria uma relação de complemento entre o estudo dos recursos e o estudo da gramática.

Ressalte-se que essa gramática é a responsável por trazer e abordar uma linguagem mais sistematizada e padronizada, diferente dos recursos linguísticos. Isso cai muito em concurso.

A estilística faz uso de diversas figuras, vícios e funções de linguagem e ela pode ser dividida em quatro campos:

Fônica

Como o próprio nome nos indica, a estilística fônica utiliza as figuras de som, contribuindo para uma maior harmonia aos textos diante de sons.

Morfológica

Nesse campo há uma maior preocupação com a forma. Na estilística morfológica, é muito utilizado, para transmitir mais emoção, sufixos aumentativos e diminutivos.

Sintática

A sintática faz uso de diversos recursos que proporcionam um efeito mais estético para o texto.

Semântica

Na estilística semântica, que é um dos campos mais utilizados, há presença do uso de recursos para trazer mais emoção ao texto por meio de figuras de palavras ou semânticas.

Recursos estilísticos da língua portuguesa mais utilizados

Aférese

Ocorre supressão do fonema inicial da palavra.

Aliteração

Há uma repetição de sons de consoantes que sejam iguais ou semelhantes.

Anacoluto

Uso irregular da gramática para construção da estrutura de frases, onde parece que começamos uma frase e de repente há uma mudança de pensamento.

Anáfora

Ocorre a repetição da mesma palavra ou das mesmas palavras no início de frases ou até mesmo versos sucessivos.

Anástrofe

Nesse caso ocorre uma inversão estilística na ordem dos vocábulos, afastando-se da forma como elas são normalmente ditas.

Antítese

Uso de duas ideias que se opõem com a intenção de reforçar a informação.

Apóstrofe

Ocorre quando alguém ou alguma entidade que não está presente é chamada.

Comparação

Como o próprio nome indica, é realizada a comparação por meio da aproximação entre dois termos ou expressões, por meio de um elemento comparativo.

Dupla adjetivação

Quando dois adjetivos são usados, um antes e o outro em seguida, para adjetivar o mesmo nome.

Eufemismo

O eufemismo é muito popular, sendo utilizado para dizer coisas tristes, chocantes ou desagradáveis, mas de forma mais suave.

Gradação ou enumeração

Ocorre a ordenação de palavras em uma ordem progressiva ou regressiva.

Hipérbato

No hipérbato há uma alteração muito forte na ordem normal das palavras a serem utilizadas.

Hipérbole

A hipérbole é usada para expressar um exagero de ideia.

Interjeição

A interjeição aparece quando utilizamos palavras que demonstram surpresa ou susto.

Interrogação retórica ou pergunta retórica

A pergunta retórica é utilizada quando queremos fazer perguntas que destaquem algum assunto, sendo que essas perguntas não precisam ser respondidas.

Ironia

A ironia, sendo uma das mais populares e utilizadas, é bem característica: ela exprime algo que não é verídico e se coloca em contradição com o que a pessoa na verdade queria dizer.

Jogo de palavras

O jogo de palavras faz um jogo com o uso de palavras e seus significados.

Metáfora

A metáfora traz uma relação de equivalência, analogia ou semelhança entre duas expressões.

Paráfrase

A paráfrase é usada para se dizer em muito mais palavras o que poderíamos dizer em poucas, ou seja, falamos mais do que o que realmente era necessário.

Personificação

Na personificação você atribui características humanas a seres não vivos.

Pleonasmo

O pleonasmo consiste em uma redundância, ou seja, há repetição desnecessário de algo que já falamos.

Sinédoque

Na sinédoque ocorre a tomada do todo pela parte e da parte pelo todo, assim como o plural pelo singular e o singular pelo plural.

Ela é parecida com a metonímia e é considerada muitas vezes como uma variação da mesma.

Leia o anterior

Adolescência e puberdade

Leia a seguir

Resumo da Lei Orgânica de Pelotas – RS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais populares