• julho 18, 2024

Processo de saúde-doença e seus determinantes (2024)

Processo de Saúde-Doença, Processo Saúde-Doença, Determinantes Saúde-Doença, Saúde-Doença e seus Determinantes.

Processo de Saúde-Doença, Processo Saúde-Doença, Determinantes Saúde-Doença, Saúde-Doença e seus Determinantes. Foto: montagem Canva / Pixabay

Para falar sobre o processo de saúde-doença, aliado aos seus determinantes, primeiro é preciso considerar com saúde o indivíduo que não passa por um processo de desgaste físico ou mental ocasionado por uma doença. Na literatura encontram-se diversas definições para tanto, sendo que as mesmas se diferem em relação ao objetivo da busca.

Há ainda a forte necessidade de entender que o processo de saúde-doença deve considerar aspectos amplos. É preciso não ficar somente nos resultados de uma doença. Dessa forma, a prevenção e a assistência tendem a ser fortalecidas.

Tal processo precisa incluir a dimensão do bem-estar. Afinal de contas, tal dimensão afeta tanto o indivíduo saudável quanto aquele que possui uma doença.

Processo de saúde-doença: ações de saúde

Como você sabe, a doença é algo fácil de ser percebido, pois possui sintomas. Já a saúde não é, devido ao fato de ser uma condição não inerte e possuir consigo certa subjetividade.

O processo de saúde-doença é, então, uma forma de superar modelos de saúde clássicos. Esses moldes são centrados em ações pontuais e tendem a atingir menos àqueles em situação de vulnerabilidade social.

No modelo atual considera-se diversas ações, tais como: vacinação, educação em saúde, acompanhamento familiar, saneamento, entre outras atividades fundamentais.

No que diz respeito à legislação sobre o tema, tem-se a Lei nº 8.080 de 1990, alterada pela Lei nº 12.864 de 2013. Ambas dispõem sobre as condições de saúde e sobre o funcionamento dos serviços referentes ao tema, principalmente no que diz respeito ao SUS (Sistema Único de Saúde).

Ainda sobre instrumentos legais pertinentes, tem-se a Constituição Federal de 1988 que traz a saúde como um direito de todos e também como um dever do Estado (em todos seus âmbitos, municipal, estadual e federal).

Condicionantes do processo de saúde-doença

Com base no contexto descrito, tem-se como determinantes/condicionantes do processo de saúde-doença:

Condicionantes gerais (direitos básicos de saúde, comum a todas as nações)

  • Universalidade da saúde: prevê que a garantia à saúde é direito de todos, independentemente de sua condição social;
  • Equidade: a saúde deve ser garantida em função da necessidade do indivíduo e da coletividade;
  • Integralidade: a saúde deve ser vista e alcançada pela coletividade.

Determinantes básicos ou sociais

  • Alimentação: alimentação que promova a nutrição e a prevenção de doenças;
  • Moradia e Saneamento: condições salubres de moradia;
  • Trabalho e renda: inserção no mercado de trabalho para obtenção de renda;
  • Atividades físicas: a prática de atividades físicas (incluindo lazer) também deve ser vista como um fator determinante do processo saúde-doença.

Fatores biológicos

  • Idade, sexo e herança genética, por exemplo.

Condicionantes ambientais

  • Condições geográficas, características da água consumida e características do uso e ocupação do solo.

Processo de Saúde-Doença: hábitos saudáveis

Apesar da separação utilizada acima dos determinantes/condicionantes do processo de saúde-doença, é comum encontrá-los de forma não categorizada. Fica visível que a saúde depende de hábitos saudáveis, do acesso a serviços públicos e de características biológicas do indivíduo.

Cabe mencionar que tais determinantes foram construídas ao longo do tempo, a partir de políticas públicas e de estudos científicos sobre o tema e, a Organização Mundial da Saúde é o principal órgão responsável pela elaboração dos mesmos.

O Brasil caminha a passos lentos em relação ao cumprimento das ações para a promoção da saúde em seu território, tendo em vista que o mesmo possui grandes diferenças sociais, havendo uma necessidade eminente de fortalecimento e integração de suas ações.

Por fim, mesmo com determinantes/condicionantes coletivas, a saúde deve ser vista e alcançada por ações individuais, conforme a demanda individual. Saiba mais sobre o processo de saúde-doença neste vídeo.

A Enfermagem e o processo de saúde-doença

A Enfermagem desempenha um papel crucial no entendimento e na gestão do processo de saúde-doença. Afinal de contas, ela está intrinsicamente ligada ao cuidado integral do paciente. Os profissionais de enfermagem desempenham um papel essencial na promoção da saúde, prevenção de doenças, tratamento e reabilitação.

Os Enfermeiros atuam como facilitadores no processo de autocuidado, fornecendo informações e apoio necessário para que os indivíduos possam tomar decisões informadas sobre sua saúde. Por conseguinte, a enfermagem desempenha um papel fundamental na detecção precoce de sinais e sintomas, possibilitando a intervenção rápida e eficaz.

Relação dinâmica da Enfermagem no processo de saúde-doença

A relação entre enfermagem e saúde-doença é dinâmica. Os enfermeiros desempenham um papel de destaque na interação entre o paciente, a família e a equipe de saúde, contribuindo para a promoção do bem-estar e a melhoria da qualidade de vida.

A enfermagem também desempenha um papel vital na humanização da assistência, proporcionando suporte emocional aos pacientes durante os diferentes estágios do processo de saúde-doença.

A empatia e a comunicação eficaz são habilidades essenciais dos profissionais de enfermagem, pois ajudam a construir uma relação de confiança com os pacientes, facilitando a compreensão de suas necessidades e expectativas.

Educação em saúde

Além disso, a enfermagem desempenha um papel ativo na educação em saúde, capacitando os pacientes a adotarem hábitos de vida saudáveis e a compreenderem a importância da adesão ao tratamento.

Dessa forma, a atuação da enfermagem no processo de saúde-doença transcende a simples execução de procedimentos técnicos, abrangendo uma abordagem holística que considera não apenas a doença em si, mas também os aspectos emocionais, sociais e culturais que influenciam a saúde do indivíduo.

Leia o anterior

Apostilas Concursos UFPel – RS 2024: 20 vagas em saúde e educação

Leia a seguir

Concurso SEDUC Contagem 2024: 420 vagas; veja apostilas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais populares