• abril 14, 2024

Trabalho em equipe e liderança

Começando pelo tema do trabalho em equipe, é fato que em todas as organizações esta modalidade de convivência é a mais acertada.
Afinal de contas, o desenvolvimento pessoal, profissional e a maximização dos resultados de uma empresa ou de um órgão público somente poderão ser alcançados se no grupo de pessoas prevalecer o tão popular “espírito de equipe”.
Mas cuidado para não confundir “Grupo” com “Equipe”, pois são concepções diferentes: uma equipe é algo mais evoluído do que um simples agrupamento de pessoas.

Trabalho em equipe: interação humana

Estar em grupo não significa que existirá interação, mas estar trabalhando em equipe irá requerer de todos uma interação de forma assertiva, produtiva e proativa.
Num trabalho em equipe, o que importa é a soma dos talentos individuais e não o destacamento de uma só pessoa, ainda que ela seja reconhecida como líder…
Ademais, numa equipe os componentes têm a consciência de que é preciso lidar de forma positiva com as diferenças, atingindo assim um alto nível de desempenho.

Como desenvolver pessoas para o trabalho em equipe

Não é tarefa fácil desenvolver Equipes, pois isto envolve o processo de aprendizagem – é preciso aprender para “saber ser”.
Mas toda empresa privada ou pública, bem como todo órgão, entidade, fundação de certa forma investe sempre no processo de formar boas equipes de trabalho.
Percebe-se, portanto, que as corporações em geral prescindem do trabalho em equipe. Cabe então a todos – profissionais, líderes e empresa/órgão – terem certas atitudes que são condições básicas para que o desenvolvimento de uma equipe seja efetivo.

Predisposição para colaboração e para a liderança

O profissional (empregado, servidor público, comissionado, REDA etc) deve ter predisposição para a colaboração. Isto significa está disposto à integração com os demais, a lidar com as diferenças pessoais positivamente, a estabelecer relações de confiança e para o processo de desenvolvimento contínuo.
Ao líder, por sua vez, é necessário o desenvolvimento de sólidas competências que o façam alcançar resultados verdadeiramente produtivos junto à sua equipe.

Competências do líder

  • – Gostar e saber lidar com pessoas – conhecê-las, respeitá-las, envolvê-las e motivá-las;
  • – Ser um comunicador competente;
  • – Saber estabelecer relações de confiança;
  • – Ter um canal de comunicação aberto e bilateral – ouvir seus colaboradores;
  • – Não fragmentar informações desnecessariamente apenas para se “manter no controle”;
  • – Não estimular a competitividade “absurda”;
  • – Ensinar sua equipe a lidar com os erros e sempre reconhecer os acertos de seus colaboradores.

Aprendizado contínuo do trabalho em equipe e da liderança

Concluindo, queremos dizer que cabe ao líder um alto nível de capacidade para gerenciar e liderar seres humanos.
Para isso a liderança deve possuir uma grande dose de predisposição para aprender e, portanto, para saber ser. Deve haver uma grande disposição para o aprendizado contínuo.
O desenvolvimento de equipes, portanto, sempre irá envolver a habilidade para lidar com o complexo sistema do comportamento humano.
Sem isto, dificilmente os resultados tão desejados serão atingidos. Uma equipe é como um sistema/organismo vivo, composta de partes interdependentes.
Se uma delas estiver “doente”, ou a interação entre elas estiver com problemas, o organismo como um todo, sofre.
A liderança tem como uma de suas missões mais importantes, desenvolver na empresa o espírito de equipe.
Continue acompanhando o Canal Resolvendo.

➥ Assine nosso Portal de Simulados para Professores: ( Link )

Leia o anterior

Resumo Análise de Resoluções CONTRAN para concursos

Leia a seguir

Resumo da Lei Orgânica de Uberaba MG

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais populares