• abril 13, 2024

Resumão sobre argumentação

Resumão sobre argumentação

Resumão sobre argumentação

A argumentação nada mais é do que uma forma de manifestação comunicativa ou linguística, na qual os argumentos dialogam entre si e a junção dos mesmos leva a uma determinada conclusão. Saber argumentar é essencial em diversas situações cotidianas, principalmente em ambientes laborais e locais onde assuntos técnicos são discutidos. Desta forma, fica evidente sua importância.
Além disso, em concursos públicos, processos seletivos e vestibulares é cobrado que o candidato saiba argumentar, seja no momento da prova (geralmente titulada de “prova escrita”) ou em entrevistas que exigem a exposição do conhecimento técnico referente à vaga pretendida.
Para facilitar o entendimento do processo argumentativo existem dicas que podem ajudar ao leitor/ ouvinte chegar a mesma conclusão que o autor.

Recursos da Argumentação

A seguir são apresentados quais são os recursos argumentativos e dicas de como utiliza-los ao longo da construção do texto. Os recursos argumentativos são separados em 4 categorias, as quais:

  • Argumentos de autoridade: refere-se a utilizar citações e ideias de pessoas autoridades no assunto, isso faz com que seu texto tem mais autoridade (por exemplo: se o assunto for globalização, Milton Santos é referência no assunto e pode ser utilizado dentre seus argumentos);
  • Argumento de consenso: refere-se a utilizar consensos sociais no seu texto, desde que, o mesmo seja baseado em verdades e não seja somente em achismo (por exemplo: é consenso que a educação muda a perspectiva das pessoas);
  • Argumento de provas: refere-se à utilização de dados estatísticos, relatórios e de pesquisas ao longo do texto, buscando corroborar as argumentações inseridas (por exemplo: dados do IBGE confirmam que a população idosa vem crescendo progressivamente nos últimos anos);
  • Argumentação de lógica: refere-se a utilizar argumentos lógicos, utilizando as ideias de causa e consequência correlacionadas entre si (por exemplo: se existem dados que trazem a diferença de gênero no mercado de trabalho, fica evidente que homens e mulheres enfrentam desafios distintos).

Sabendo dos recursos argumentativos, é de suma importância saber como utiliza-los, para tanto apresenta-se as seguintes orientações:

Atente-se as informações relevantes para sua argumentação

Dito que a argumentação é composta por uma série de argumentos que organizados dialogam entre si, e que a partir de tal construção é possível levar o leitor a uma conclusão, é importante selecionar informações verdadeiramente relevantes para o texto.
Assim, busque em sua bagagem (leituras, estudos e etc) informações que possam ajudar na construção de seu texto, por exemplo, se o tema central é a crise ambiental, tente-se lembrar de acontecimentos noticiados sobre o tema.
Muitas das vezes, são tragos no enunciado uma série de fragmentos que servem para contextualizar sobre o tema a ser argumentado, atente-se aos mesmos.

Interprete e relacione as informações

Todas as informações inseridas em sua argumentação devem ser interpretadas e relacionadas entre si, dessa forma, atente-se ao que elas dizem e observem se não há contradições entre as mesmas.
No entanto, é interessante também inserir contradições, como por exemplo, visões diferentes sobre o mesmo tema. Nesse caso, você deve achar um ponto em comum entre as visões e a partir de então fazer sua conclusão.

Atente-se a progressão textual

É de suma importância que o texto tenha uma progressão textual, que significa dizer que ele precisa chegar a algum lugar.
Assim sendo, evite ficar repetindo o mesmo argumento diversas vezes ou reafirma-lo, isso faz com que seu texto fique mais fluido e evita que você cometa digressões.

Coloque seu ponto de vista relacionando-o com os argumentos apresentados

É importante também inserir seu ponto de vista no texto, obviamente relacionando-o com os argumentos apresentados e nunca partindo do achismo.

Conclua o texto

Após inserir todos os argumentos que julgar necessário e pertinente ao seu texto, é importante que você o conclua, lembrando sempre de que a conclusão também deve dialogar com os argumentos apresentados e nestes deve ser baseada.
Contudo, a argumentação exige treino da prática e a busca constante por novas fontes de informação, ou seja, é importante a prática da leitura e escrita.

➥ Assine nosso Portal de Simulados para Professores: ( Link )

Leia o anterior

Resumão sobre a Lei Maria da Penha

Leia a seguir

Concurso Senado Federal: 1.014 vagas e remuneração de 33.461,68

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais populares