• julho 17, 2024

O que é Lógica da Argumentação: entenda tudo de que necessita

lógica de argumentação

O que é Lógica de Argumentação. Foto: Canva Pro

A lógica da argumentação é um assunto muito frequente em concursos públicos e está inserido no conteúdo programático de raciocínio lógico. Diversos candidatos encontram empecilhos na resolução das questões que tem como elemento central a lógica da argumentação, esse é o seu caso?

A lógica da argumentação é uma metodologia que analisa de forma criteriosa um raciocínio, levando o corretor a entender como o candidato chegou ao seu resultado final (no caso dos concursos públicos, por exemplo).
Porém, vale lembrar, que vários raciocínios podem levar a um mesmo resultado e assim sendo, a lógica da argumentação não tem por objetivo traçar uma forma com que a questão foi solucionada (pois as pessoas têm raciocínios diferentes).
Cabe ressaltar que a lógica da argumentação é um método muito antigo e somente por conta dele que se alcançou o nível de inteligência artificial, ou seja, principalmente na medicina e na tecnologia.

Como a lógica da argumentação pode ser útil na resolução de problemas?

Conhecendo o conceito da lógica da argumentação, você deve estar se perguntando qual é a utilidade cotidiana deste método?
A utilidade da lógica da argumentação é justamente desenvolver o seu raciocínio lógico, ou seja, seguindo uma lógica, você será capaz de resolver problemas com base em seus argumentos.
Assim sendo, os argumentos são indispensáveis para a fundamentação e estes estão relacionados entre si.
Observe o exemplo:

  • – Todas as pessoas possuem medos;
  • – Você é uma pessoa.
  • Logo, você possui medos.

O exemplo mencionado é formado por dois argumentos, os quais levaram você a uma conclusão.
Geralmente nas questões de concursos públicos é dessa forma que a lógica da argumentação está presente, mesmo que os argumentos venham a ser mais complexos.
Em resumo, os argumentos irão subsidiar a conclusão e todos os elementos devem ter uma relação entre si.

Tipos de raciocínio

Por fim, cabe trazer a tona, quais são os tipos de raciocínio esperados na lógica da argumentação, os quais:

Raciocínio analógico

O raciocínio analógico leva em conta a analogia para chegar-se a uma conclusão. Neste caso, utiliza-se principalmente de uma comparação entre uma situação que é conhecida com outra que é desconhecida.
A analogia em si, depende de três fatores:

  • Os fundamentos necessitam de veracidade;
  • A quantidade de elementos deve ser significativa;
  • Não se podem existir conflitos significativos entre os argumentos. 

Raciocínio Indutivo

O raciocínio indutivo considera pequenos casos, que unidos chegam a uma conclusão final. Neste caso, existem dois tipos de indução, a forte e a fraca, definidas a partir do nível de confiabilidade da conclusão (maior confiabilidade, indução forte). 

Raciocínio Dedutivo

Na dedução considera-se a veracidade de outros casos para se chegar a uma conclusão. Ou seja, neste caso, os problemas são resolvidos por eliminação.

Leia o anterior

Guarda Civil Municipal de Salvador: competências, fiscalização e estrutura

Leia a seguir

Saiba tudo de que precisa sobre Acidente de Trabalho

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais populares